Inserir posição

Salário: Engenheiro De Campo em Brazil

Receba informações estatísticas por email

Salário: Engenheiro De Campo em Brazil

10 R$ Salário médio mensal

O nível do salário médio nos últimos 12 meses: "Engenheiro De Campo em Brazil"

Moeda: BRL USD Ano: 2021 2020 2019
O gráfico de barras mostra a variação dos salários médios por profissão Engenheiro De Campo em Brazil.

A distribuição de vagas de trabalho "Engenheiro De Campo" nas regioes

Moeda: BRL
Como você pode ver no diagrama em Brazil o maio número de oportunidade de vagas de trabalho Engenheiro De Campo são abertos em São Paulo Em segundo lugar é Rio de Janeiro, no terceiro é Minas Gerais.

Classificação de regioes "Engenheiro De Campo" pela faixa salarial para profissao Brazil

Moeda: BRL
Como você pode ver no diagrama em Brazil o maio número de oportunidade de vagas de trabalho Engenheiro De Campo são abertos em São Paulo Em segundo lugar é Rio de Janeiro, no terceiro é Minas Gerais.

Classificação de trabalhos semelhantes pelo nível salarial no Brazil

Moeda: BRL
Entre profissões semelhantes em Brazil o mais bem paga é Engenheiro Industrial. De acordo com o nosso site, o salário médio é de 20 BRL. Em segundo lugar é Engenheiro Eletricista com um salário de 16 BRL, terceiro - Engenheiro Civil com um salário é de 13 BRL.

Найдите подходящую статистику

Engenheiro Ambiental

Смотреть статистику

Engenheiro Civil

Смотреть статистику

Engenheiro Comercial

Смотреть статистику

Engenheiro de alimentos

Смотреть статистику

Engenheiro De Aplicação

Смотреть статистику

Engenheiro de automação

Смотреть статистику

Engenheiro de instrumentação

Смотреть статистику

Engenheiro de manutenção

Смотреть статистику

Engenheiro de planejamento

Смотреть статистику

Engenheiro de produção

Смотреть статистику

Engenheiro de projetos

Смотреть статистику

Engenheiro de qualidade

Смотреть статистику

Engenheiro de segurança de trabalho

Смотреть статистику

Engenheiro de telecomunicações

Смотреть статистику

Engenheiro de vendas

Смотреть статистику

Engenheiro Eletricista

Смотреть статистику

Engenheiro Elétrico

Смотреть статистику

Engenheiro Eletrônico

Смотреть статистику

Engenheiro Especialista

Смотреть статистику

Engenheiro Industrial

Смотреть статистику

Engenheiro Júnior

Смотреть статистику

Engenheiro Mecânico

Смотреть статистику

Engenheiro Metalúrgico

Смотреть статистику

Engenheiro Orçamentista

Смотреть статистику

Engenheiro Químico

Смотреть статистику

Engenheiro Trainee

Смотреть статистику
Mostre mais

Vagas recomendadas

Engenheiro de Produção-Analista Sr de Assistência Técnica
Seleção Engenharia, Goiânia, GO
Descrição das atividades e atribuições: - Realizar visitas de acompanhamento e suporte dos distribuidores no campo;- Realizar atendimento técnico a usuários finais, com análise de frota, pneus e diagnose de uso e falhas;- Coletar dados de produtos para estudos estatísticos;- Acompanhar, avaliar e compilar dados de testes de pneus;- Analisar produtos substituídos pelos clientes, em condição regular e garantia, de passeio e carga, representando a empresa em órgãos de fiscalização;- Realizar pesquisa de campo de novos produtos / concorrência, com preparação de tabela de dados e relatórios;- Desenvolver projetos de melhoria do produto e dos processos internos / externos;- Comunicar-se constante e consistentemente com a gestão e a base da empresa, realizando atividade responsável e autônoma;- Dar suporte na preparação de material técnico para orientação dos distribuidores.
Engenheiro de Campo
, Piracicaba, SP
Descrição: Atuará como engenheiro de campo. Qualificação: Experiência como engenheiro de campo.
ENGENHEIRO DE POÇOS GEOMECANICO
, Rio de Janeiro
Descrição da VagaPrincipais Serviços técnicos a serem realizados, mas não limitados a: NOTA: TODOS OS SERVIÇOS A SEGUIR DEVEM VIR COM NOTAS EXPLICATIVAS, INDICAÇÕES, ANÁLISES CONCLUSÕES E SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS A SEREM ADOTADOS DURANTE A PERFURAÇÃO DOS POÇOS A QUE ESTAS ANÁLISES SERVEM.RETROANÁLISES DE ESTABILIDADE (MODELO GEOMECÂNICO 1D) •Verificação dos aspectos geomecânicos dos poços de correlação•Dados de poços já perfurados:1-Perfis de poço: sônico compressional (DTC) e cisalhante (DTS), densidade da formação (RHOB), gamma ray (GRAY), resistividade (REST), porosidade (PORO) e caliper (HCAL);2-Litologia interpretada/constatada;3-Informações gerais: LDA e MR em caso de poços offshore; e cota altimétrica, altura da mesa rotativa, altura do antepoço (se houver) e profundidade do lençol freático em caso de poços onshore;4-Resultados de medidas de pressão de poros na data da perfuração;5-Trajetória direcional e locação do poço;6-Boletim diário de perfuração ou resumo;7-Tipo de fluido, MW/ECD;8-Trabalhos anteriores relacionados à geomecânica, caso existam;9-Profundidades de topo e base das unidades cronoestratigráficas atravessadas (cronoestratigrafia, litoestratigrafia, marcos e zonas);10-Resultados de testes de absorção e minifracs de poços do campo/área estudada;11-Resultados de interpretação de perfis de imagem:a.breakouts: profundidade, ângulo de abertura e azimute;b.fratura induzida: profundidade e azimute;12-Resultados de ensaios geomecânicos realizados em amostras do campo;13-Verificar a existência de testemunhos preservados para a realização de ensaios geomecânicos e de interação rocha-fluido;14-Profundidade de assentamento de sapata e diâmetro de broca;15-Seção geológica e sísmica;•Verificar todos os eventos com causas geomecânicas ocorridos no poço, tais quais:1-Prisão de coluna2-Topada3-Perda4-Ganho5-Repasse6-Obstrução do anular7-Pontos trabalhados8-Breakouts9-Fraturas induzidas10-Arraste11-Gás12-Torque13-Fraturas naturais14-Vibração15-Enceramento de broca•Calibrar o estado de tensões in situ, pressão de poros, propriedades mecânicas e de resistência das rochas de modo que explique os eventos com causas geomecânicas ocorridos nos poços.•Análise de perfis elétricos corridos e estimativa de perfis auxiliares como volume de argila, perfis de propriedades da matriz da rocha etc.•Análise do perfil de litologia interpretada•Cálculo de propriedades mecânicas das rochas estáticas por meio de perfis elétricos, relações da teoria da elasticidade, correlações empíricas, ensaios de laboratório realizados ou eventualmente calibradas para casos específicos;•Perfil de pressão de poros baseado em medições e estimativa de pressão de poros, pelos métodos de subcompactação efeito centroide, transferência lateral, entre outros existentes.•Estimativa das tensões in situ (módulo e direções)1.Tensão vertical calculado pela integração do perfil densidade, obtido por meio de perfis, correlações ou medições;2.Tensões horizontais obtidas pelo meio mais apropriado ao respectivo cenário, seja por meio de medições e interpretações de ensaios de bombeamento (leak off test, mini e micro faturamento, step rate test, teste de injetividade, MDT, etc.) relações da teoria da elasticidade, análise de breakouts, análise de perfis de imagem, eventos sísmicos, etc;3.Utilização de métodos de cálculo por normalização dela lâmina dágua, relação entre as tensões efetivas, método de Warpinski etc;4.Cálculo ou correção do cálculo de tensões em reservatórios depletados ou sobrepressurizados utilizando a relação da teoria da elasticidade ou outras disponíveis de acordo com o cenário.5.Verificação se os cálculos estão de acordo com as indicações da sísmica, modelos geológicos laudos geomecânicos ou estudos modelos geomecânicos da área ou de áreas correlacionáveis etc.;•Cálculo dos gradientes de fratura (inferior e superior), de colapso (inferior e superior), overburden, de pressão de poros e de tensão horizontal mínima;•Correção dos gradientes em função de estudos de interação rocha-fluido e de plano de fraqueza, dependendo da sua ocorrência e do cenário.•Calibração adequada do estado de tensão, propriedades mecânicas e de resistência da rocha e de todos os parâmetros que controlam os gradientes que influenciam a janela operacional para que expliquem os eventos com causas geomecânicas ocorridos nos poços. Analisar os eventos ao longo da profundidade do poço e janela operacional gerada, juntamente com o peso de fluido/ECD utilizados durante a perfuração.Todas as fases descritas devem ter seu memorial de cálculo apresentado por meio de relatórios, tabelas, planilhas e apresentações de acordo com o modo de apresentação indicado pela Petrobras para efeito de uso, arquivamento, memória técnica e utilização dos dados em outros softwares.A retroanálise de estabilidade de poços já perfurados é realizada para montar um modelo geomecânico simplificado representativo da área, que explique os eventos com causas geomecânicas ocorridos nos poços.PROJETO ESTABILIDADE DE POÇO (MODELO GEOMECÂNICO 1D)•Projeto (poços a perfurar):1-Prospecto da locação contendo quadro de previsão geológica (QPG) e informações gerais: LDA e MR em caso de poços offshore; e cota altimétrica, altura da mesa rotativa, altura do antepoço (se houver) e profundidade do lençol freático em caso de poços onshore;2-Trajetória direcional e locação do poço;3-Estimativa de pressão de poros da locação e dados de pressão original em caso de reservatório depletado: a.Pressão de referência (kgf/cm2 com datum do poço de referência)b.Gradientes de gás, óleo e água (kgf/cm2/m)c.Profundidades de contatos Gás/Óleo e Óleo/Água4-Lista dos principais poços de correlação;5-Profundidades de topo e base das unidades cronoestratigráficas que serão atravessadas (cronoestratigrafia, litoestratigrafia, marcos e zonas);6-Trabalhos anteriores relacionados à geomecânica (quando disponíveis);7-Seção geológica e sísmica;8-Previsão de profundidade de assentamento de sapata;9-Laudo geomecânico em caso de poços exploratórios (EXP/TPGG/TDGEO ).•Dados de poços já perfurados:1-Perfis de poço: sônico compressional (DTC) e cisalhante (DTS), densidade da formação (RHOB), gamma ray (GRAY), resistividade (REST), porosidade (PORO) e caliper (HCAL);2-Litologia interpretada/constatada;3-Informações gerais: LDA e MR em caso de poços offshore; e cota altimétrica, altura da mesa rotativa, altura do antepoço (se houver) e profundidade do lençol freático em caso de poços onshore;4-Resultados de medidas de pressão de poros na data da perfuração;5-Trajetória direcional e locação do poço;6-Boletim diário de perfuração ou resumo;7-Tipo de fluido, MW/ECD;8-Trabalhos anteriores relacionados à geomecânica, caso existam;9-Profundidades de topo e base das unidades cronoestratigráficas atravessadas (cronoestratigrafia, litoestratigrafia, marcos e zonas);10-Resultados de testes de absorção e minifracs de poços do campo/área estudada;11-Resultados de interpretação de perfis de imagem:a.breakouts: profundidade, ângulo de abertura e azimute;b.fratura induzida: profundidade e azimute;12-Resultados de ensaios geomecânicos realizados em amostras do campo;13-Verificar a existência de testemunhos preservados para a realização de ensaios geomecânicos e de interação rocha-fluido;14-Profundidade de assentamento de sapata e diâmetro de broca;15-Seção geológica e sísmica;•Retroanálise de poços já perfurados na região estipulada (poços de correlação)•Definir o modelo de tensões, pressão de poros e propriedades mecânicas que melhor se aplicam à área estudada, ou seja, calibração adequada do estado de tensão, propriedades mecânicas e de resistência da rocha e de todos os parâmetros que controlam os gradientes que influenciam a janela operacional para que expliquem os eventos com causas geomecânicas ocorridos nos poços.•Analisar os eventos ao longo da profundidade do poço e janela operacional gerada, juntamente com o peso de fluido/ECD utilizados durante a perfuraçãoTodas as fases descritas devem ter seu memorial de cálculo apresentado por meio de relatórios, tabelas, planilhas e apresentações de acordo com o modo de apresentação indicado pela Petrobras para efeito de uso, arquivamento, memória técnica e utilização dos dados em outros softwares.CURVA DE PRESSÃO DE POROS, OVERBURDEN, COLAPSO, FRATURA Vide Retroanálises de estabilidade (Modelo Geomecânico 1D) e projeto estabilidade de poço (modelo Geomecânico 1D).ESTUDOS DE INTERAÇÃO ROCHA-FLUIDO EM FORMAÇÕES REATIVAS De posse modelo geomecânico simplificado e do estudo de estabilidade, é possível complementar os estudos com uma análise de interação rocha-fluido, quer seja em uma retroanálise de um poço já perfurado, quer seja em uma previsão de poços a serem perfurados.•Construir modelo geomecânico simplificado;•Aquisição dos dados necessários;•Obter com base no programa de fluido de perfuração do poço estudado e conhecimento prévio da área em questão.•Eficiência de membrana do folhelho analisado;•Tipo de sal e concentração do mesmo no fluido de perfuração em kg/m³;•Permeabilidade da rocha em mD;•Tipo e concentração de sal na rocha em Kg/m³;•Coeficiente de inchamento da rocha em psi;•Viscosidade do fluido nos poros da rocha em cP;•Coeficiente de difusão do soluto em m²/s;•Realizar análise físico-química que mostra a variação do gradiente de colapso inferior ao longo do tempo, para combinações diferentes dos parâmetros informados. Possibilitam entender e problemas ocorridos em rochas argilosas reativas, prever comportamentos em poços futuros e otimizar propriedades de fluido e/ou parâmetros de perfuração;Todas as fases descritas devem ter seu memorial de cálculo apresentado por meio de relatórios, tabelas, planilhas e apresentações de acordo com o modo de apresentação indicado pela Petrobras para efeito de uso, arquivamento, memória técnica e utilização dos dados em outros softwares.ANÁLISES DE PLANOS DE FRAQUEZA De posse modelo geomecânico simplificado e do estudo de estabilidade, é possível complementar os estudos com uma análise de variação dos gradientes de colapso e fratura que atravessam planos de fraquezas ou fraturas nas rochas, quer seja em uma retroanálise de um poço já perfurado, quer seja em uma previsão de poços a serem perfurados.•Construir modelo geomecânico simplificado•Aquisição dos dados necessários;•Caracterização de planos de fraqueza previstos ou encontrados durante a perfuração de um poço: 1.aberta ou fechada,2.inclinação e azimute do plano de fraqueza e 3.parâmetros de resistência relativos ao plano de fraqueza4.etc.•Realizar análise que mostra a variação do gradiente de colapso inferior e fratura induzido por este plano de fraquezaTodas as fases descritas devem ter seu memorial de cálculo apresentado por meio de relatórios, tabelas, planilhas e apresentações de acordo com o modo de apresentação indicado pela Petrobras para efeito de uso, arquivamento, memória técnica e utilização dos dados em outros softwares.PROJETO DE ESTABILIDADE DE POÇOS A SEREM PERFURADOS•Definição dos principais poços de correlação•Construir modelo geomecânico simplificado ou obter dados e um modelo geomecânico 3D•Correlação entre poços perfurados e a perfurar odefinidos os poços de correlação e de posse das profundidades de topo e base das unidades estratigráficas dos mesmos, deve-se montar uma tabela de correlação entre o poço de projeto e os poços de correlação•Estimativa de Propriedades Mecânicas vindas do modelo geomecânico simplificado adequadas segundo a correlação entre os poços do item anterior ou do 3D•Estimativa de Pressão de Poros•Estimativa de tensões in situ vinda cálculo da janela operacional de estabilidade de poço gradientes de fratura (inferior e superior), gradientes de colapso (superior e inferior), gradiente de pressão de poros, gradiente de overburden e de tensão horizontal mínima;Todas as fases descritas devem ter seu memorial de cálculo apresentado por meio de relatórios, tabelas, planilhas e apresentações de acordo com o modo de apresentação indicado pela Petrobras para efeito de uso, arquivamento, memória técnica e utilização dos dados em outros softwares.ESTUDOS ESPECÍFICOS DE TENSÕES IN SITU: FRATURAMENTO DE ROCHA CAPEADORA, FORMAÇÕES COM VISTAS A ESTUDOS DE UNDERGROUND VENTING, etc.•Tensão vertical calculado pela integração do perfil densidade, obtido por meio de perfis, correlações ou medições;•Tensões horizontais obtidas pelo meio mais apropriado ao respectivo cenário, seja por meio de medições e interpretações de ensaios de bombeamento (leak off test, mini e micro faturamento, step rate test, teste de injetividade, MDT, etc.) relações da teoria da elasticidade, análise de breakouts, análise de perfis de imagem, eventos sísmicos, etc;•Utilização de métodos de cálculo por normalização dela lâmina dágua, relação entre as tensões efetivas, método de Warpinski etc;•Cálculo ou correção do cálculo de tensões em reservatórios depletados ou sobrepressurizados utilizando a relação da teoria da elasticidade ou outras disponíveis de acordo com o cenário.•Verificação se os cálculos estão de acordo com as indicações da sísmica, modelos geológicos laudos geomecânicos ou estudos modelos geomecânicos da área ou de áreas correlacionáveis etc.;ANÁLISES DE PROPRIEDADES MECÂNICAS PARA FORMAÇÕES ESPECÍFICAS •Análise de perfis elétricos corridos e estimativa de perfis auxiliares como volume de argila, perfis de propriedades da matriz da rocha etc.•Análise do perfil de litologia interpretada•Cálculo de propriedades mecânicas das rochas estáticas por meio de perfis elétricos, relações da teoria da elasticidade, correlações empíricas, ensaios de laboratório realizados ou eventualmente calibradas para casos específicos;•Perfil de pressão de poros baseado em medições e estimativa de pressão de poros, pelos métodos de subcompactação efeito centroide, transferência lateral, entre outros existentes.ESTUDOS DE GRADIENTE DE FRATURA PARA FINS DE COMPLETAÇÃO DE POÇOS Vide Retroanálises de estabilidade (Modelo Geomecânico 1D) e projeto estabilidade de poço (modelo Geomecânico 1D).PROJETOS DE ZONA SALINA•Dados gerais do poço•Estratigrafia do sal e quadro de previsão geológica (com caracterização do sal e topo base)•Cálculo do Perfil de temperatura•Determinação do estado de tensões in situ (Cálculo do gradiente de overburden e horizontais)•Obter dados de projeto de poços (Geometria, trajetória, fases, seus diâmetros e fluido para cada fase, diâmetros dos componentes da coluna de perfuração e dos revestimentos, taxa de penetração prevista da fase salina, duração estimada de cada fase)•Retroanálise de poços de correlação e sua calibração•Simulação numérica utilizando o Simulador SESTSAL considerando o efeito transiente da fluência•Verificar a dissolução do sal com SIMSAL ou outro simulador escolhido pela Petrobras•Calibração da simulação e dos modelos constitutivos de cada sal utilizado, tensões in situ etc, com eventos e diâmetro final do poço•Análise e indicação de atitudes (como necessidade de repasses, troca de fluidos, antecipação de descida de revestimento etc.) que minimizem os problemas de perfuração (topada prisão) e descida de revestimento, considerando o tempo de cada operaçãoConhecimentos"Nível superior completo em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) com registro no conselho de classe em:•Engenharia; ou Geologia."..Conhecimentos específicos requeridos para realização dos serviços: - Competência de Dados: tratamento, transferência, coleta, organização, agrupamento, noções de análise estatística, árvore de decisão- Pacote Office: Word, Excel, Power Point;- Noções de projeto de poço marítimo;- Noções de equipamentos de sondas de perfuração;- Noções básicas de tubulares que compõem a coluna de revestimento;- Noções de segurança de poço;- Noções sobre conjunto solidário de barreiras;- Noções de geopressões;- Noções básicas de workover e de abandono;..Conhecimento em português (Brasil) - escrita e oral – nível fluente ou nativo, pacote Office nível intermediário, MS Project nível básico e inglês técnico - escrita e oral - nível intermediário...3 anos de experiência em trabalhos em geomecânica de petróleo; ou 2 anos de experiência em trabalhos em geomecânica de petróleo com Mestrado em geotecniaCompetência de Dados: tratamento, transferência, coleta, organização, agrupamento, noções de análise estatística, árvore de decisãoBenefícios - Assistência Médica / Medicina em grupo - Seguro de vida em grupo - Tícket refeição Horário de Trabalho44 horas semanais Regime de Contratação - CLT (Efetivo)
Engenheiro de Estrutura Metálica
, Brasília, Distrito Federal
Descrição da VagaAtuação em obras pelo Brasil - TrecheiroResponsável pela gestão e montagem das obras em campo;Experiência na abertura de campo, montagem do alojamento até entrega final ao cliente; Acompanhamento e controle de contratos, orçamento, fluxo financeiro, previsão de custos;Desejável conhecimento em montagem de estruturas metálicas;Conhecimento em Excel avançado e MS Project;Disponibilidade para mudanças.ConhecimentosGraduação em Engenharia Civil ou MecânicaCREA ativoHorário de TrabalhoConforme projeto de campo Regime de Contratação - CLT (Efetivo) - Prestador de serviços (PJ)
Engenheiro de Produção-Analista de Assistência Técnica
Seleção Engenharia, Goiânia, GO
Descrição das atividades e atribuições: - Realizar visitas de acompanhamento e suporte dos distribuidores no campo;- Realizar atendimento técnico a usuários finais, com análise de frota, pneus e diagnose de uso e falhas;- Coletar dados de produtos para estudos estatísticos;- Acompanhar, avaliar e compilar dados de testes de pneus;- Analisar produtos substituídos pelos clientes, em condição regular e garantia, de passeio e carga, representando a empresa em órgãos de fiscalização;- Realizar pesquisa de campo de novos produtos / concorrência, com preparação de tabela de dados e relatórios;- Desenvolver projetos de melhoria do produto e dos processos internos / externos;- Comunicar-se constante e consistentemente com a gestão e a base da empresa, realizando atividade responsável e autônoma;- Dar suporte na preparação de material técnico para orientação dos distribuidores.
Engenheiro De Automação
ELFE MACAÉ, Rio de Janeiro, RJ
Descrição Área e especialização profissional: Engenharia - Engenharia de Automação Nível hierárquico: Analista Número de vagas: 2 Local de trabalho: Rio de Janeiro, RJ Formação em Engenharia Elétrica, ou em Engenharia Eletrônica, ou em Engenharia de Controle e Automação, ou em Engenharia de Telecomunicações, ou em Engenharia Mecatrônica, ou em Engenharia de Produção, ou Engenharia Química, ou em Engenharia de Computação devidamente registrado no órgão competente. Experiência na área de atuação comprovada em CTPS no segmento ÓLEO E GÁS. Experiência com elementos iniciadores, CLPs, SDCD, elementos lógicos, elementos finais, redes industriais, instrumentação de campo, supervisórios, historiadores e equipamentos de rede (switches gerenciáveis, por exemplo). Local de trabalho: cidade do Rio de Janeiro Benefícios: -. VR -. PLANO DE SAÚDE Exigências Escolaridade Mínima: Ensino Superior
Engenheiro de Dados
EY, São Paulo
A EY é líder global em serviços de Auditoria, Impostos, Transações Corporativas e Consultoria. Desenvolvemos líderes de excelência e, unidos por valores pautados pela ética e pelo compromisso constante com a qualidade, contribuímos para gerar confiança no mercado de capitais e em economias em todo o mundo. Dessa forma, exercemos um papel crítico na construção de um mundo de negócios melhor para nossos profissionais, nossos clientes e nossas comunidades.Quase 35.000 profissionais especializados em atender a indústria financeira em todo o mundo, prestam serviços de auditoria, impostos, transações e assessoria empresarial para bancos, seguradoras e gestoras de patrimônio. Nas Américas, é a única organização de contabilidade pública com uma unidade de negócios dedicada a este mercado. A EY é líder em servir o mercado global de serviços financeiros.O Financial Services Office hoje inclui mais de 4.000 profissionais em 50 localidades por todo EUA, Caribe e América Latina, com especializações que nos permite obter uma compreensão ampla das questões de negócios e dos desafios do setor financeiro, bem como oferecer serviços integrados para nossos clientes. No Brasil atuam junto aos principais centros mundiais para compartilhar conhecimento relacionado às tendências e regulamentações atuais e emergentes, a fim de ajudar nossos clientes a resolver questões fundamentais em gestão de riscos, controles internos, estratégia, operações e tecnologia da informaçãoEste grupo de profissionais, dinâmico e talentoso, busca neste momento o candidato certo para integrar o time e desenvolver uma carreira sólida e ascendente.A oportunidade:Como Engenheiro de Dados, você irá atuar na automação e otimização de fluxos e processos de dados. Você poderá contar com ferramentas, conhecimentos e oportunidades para avançar e estar pronto/a para construir um mundo de negócios melhor para nossas pessoas, nossos clientes e as comunidades que nos apoiam.Suas principais responsabilidades:Construir soluções técnicas para obter, processar e armazenar dados de várias fontes;Atuar na automação e otimização de fluxos e processos de dados;Desenvolver relacionamentos baseados em confiança com clientes;Abordagem analítica e de resolução de problemas, entendimento de regras de negócio, e identificação de oportunidades de melhoria;Abertura de requisições para implantações e acompanhamento de implantações em produção;Mapeamento de dados, processos e documentação no padrão BPMN.Para esta posição, você deve ter:Experiência em projetos de dados;Experiência com SAS e programação SQL;Experiência em ecossistemas de Big Data (Hadoop, Spark, Hive);Experiência na criação de processos que suportam a transformação de dados, estruturas de dados, metadados, dependências e gerenciamento de workload;Experiência em montagem de scripts para montagem e manutenção da malha de carga de dados;Experiência com SAS e programação SQL;Experiência em ecossistemas de Big Data (Hadoop, Spark, Hive).Também é Desejável:Conhecimentos e experiência em nuvem (GCP, Azure);Conhecimentos em Salesforce Marketing Cloud;Conhecimentos do setor financeiros.O que procuramos:Pessoas talentosas e que consigam enxergar os desafios mais difíceis de nossos clientes de todas as perspectivas. Por isso, buscamos pessoas curiosas, apaixonadas pelo que fazem e com uma variedade de habilidades.O que nós oferecemos:Oferecemos um pacote de remuneração e benefícios competitivo no segmento, através do qual você será recompensado/a com base no seu desempenho. Além disso, oferecemos:Desenvolvimento profissional com base em um extenso programa de treinamentos, coordenado pela EY University (EYU), eleita como uma das melhores universidades corporativas;Programa EY Badges - programa único e inovador de desenvolvimento, aprendizagem e reconhecimento, preparando profissionais de forma teórica e prática nas competências mais relevantes da atualidade;Ambiente de trabalho que oferece a flexibilidade necessária para o cumprimento dos objetivos profissionais e pessoais, incentivando uma cultura de trabalho focada em resultados.Quer se sentir desafiado/a, motivado/a e valorizado/a todos os dias? Inspirar mudanças e deixar um legado? Faça parte do time da EY e ajude-nos na construção de um mundo de negócios melhor!Sobre a EY:Como líder global em serviços de Auditoria, Consultoria, Impostos, Estratégia e Transações, contratamos e desenvolvemos as pessoas mais apaixonadas em seu campo de atuação para ajudar a construir um mundo de trabalho melhor. Isso começa com uma cultura que acredita que oferecer treinamentos, oportunidades e liberdade criativa pode fazer com que cada profissional atinja o seu melhor. Assim, não importa quanto tempo permaneça, a experiência excepcional da EY dura a vida toda.A EY acredita na igualdade de oportunidades. Independentemente de gênero, idade, raça, cor, credo, orientação sexual e deficiência, todos os candidatos qualificados serão considerados em nossos processos.
Engenheiro de Manutenção Sênior
Adecco Brasil, São Paulo, SP
Descrição: Descrição Multinacional de grande porte, líder do segmento de fabricação de dispositivos médicos contrata Engenheiro de Manutenção Sênior para compor seu time. Atividades: -Reparo de equipamentos em campo -Reparo de equipamentos no CD (in house) -Atendimento técnico remoto p/ os clientes -Suporte técnico remoto e presencial p/ os engenheiros de campo -Fazer escalação de problemas técnicos complexos para a internacional -Fazer atendimento em campo p/ atendimentos complexos ou quando necessário -Governança de indicadores operacionais de assistência técnica -Gestão de custos dos equipamentos -Desenvolver ações para melhorar indicadores operacionais e financeiros dos equipamentos -Treinador oficial para os equipamentos reparados no Brasil -Ajudar no planejamento de peças de reposição no estoque -Fomentar a venda de serviços para os clientes Escolaridade mínima : Ensino Superior Completo Remuneração: R$10.000,00 - R$12.000,00 Requisitos -Excel avançado; -Inglês avançado/fluente para conversação, leitura e escrita; -Experiência com SAP; -Experiência na área (manuseio de equipamentos elétricos); -Graduação concluída em engenharia. - Desejável pós graduação na área; - Desejável espanhol. Benefícios - Assistência médica - Assistência odontológica - Seguro de vida - Vale alimentação - Vale refeição - Vale transporte Candidatar-se Qualificação:
Engenheiro(A) De Teste De Campo - 120419Br
A PRIORI EXCELENCIA EM RECURSOS HUMANOS, Curitiba, PR
Descrição Área e especialização profissional: Engenharia - Engenharia Mecânica, Mecatrônica Nível hierárquico: Analista Local de trabalho: Curitiba, PR Requisitos: • Seja formado(a) em Engenharia; • Tenha experiência com instrumentação, teste em veículo, diagnóstico de falha e aplicação; • Experiência com análise de falhas (software e hardware) e de dados; • Conhecimento da gestão de frota e diversas aplicações de veículos comerciais; • Uma forte mentalidade de cliente e usuário final; • Capacidade de liderar e coordenar e imprimir confiança; • Seja comunicativo(a) e busque estabelecer relações de cooperação; • Bem organizado(a) e estruturado(a), com a capacidade de conduzir as coisas à conclusão; • Comunique-se bem em Inglês nas habilidades verbal e escrita (nível avançado); • Tenha disponibilidade para viagens (nacionais e internacionais); • Habilidade analítica com foco em resolução de problemas. • Experiência de trabalho na indústria automotiva, de preferência na condução de desenvolvimento do produto; • Experiência no uso de ferramentas de qualidade. FMEA para identificar diferentes modos de falha e ações de mitigação; • Experiência com análise de dados; • Carteira de Habilitação Categoria D ou E. Atividades: • Verificar e validar o veículo completo, componentes e sistemas, em estreita colaboração com clientes, parceiros e os departamentos de projeto; • Você também nos apoiará em nosso trabalho para nos tornarmos ainda melhores, ativamente, analisando dados, encontrando novas maneiras de entender o uso de nossos clientes e suas expectativas em relação aos nossos produtos, realizará testes de campo, de performance, de confiabilidade, de durabilidade e de rodagem internas; • Você também trabalhará em conjunto com o time de Engenharia de Testes para melhorar nossos métodos, códigos de teste e identificar as necessidades de verificação para novas tecnologias. Exigências Escolaridade Mínima: Ensino Superior Habilidades Desejadas FMEA cnh carteira de habilitação indústria automotiva liderança
ENGENHEIRO(A) DE TESTE DE CAMPO
Apriori RH, Curitiba, PR
Descrição: Requisitos: Seja formado(a) em Engenharia; Tenha experiência com instrumentação, teste em veículo, diagnóstico de falha e aplicação; Experiência com análise de falhas (software e hardware) e de dados; Conhecimento da gestão de frota e diversas aplicações de veículos comerciais; Uma forte mentalidade de cliente e usuário final; Capacidade de liderar e coordenar e imprimir confiança; Seja comunicativo(a) e busque estabelecer relações de cooperação; Bem organizado(a) e estruturado(a), com a capacidade de conduzir as coisas à conclusão; Comunique-se bem em Inglês nas habilidades verbal e escrita (nível avançado); Tenha disponibilidade para viagens (nacionais e internacionais); Habilidade analítica com foco em resolução de problemas. Experiência de trabalho na indústria automotiva, de preferência na condução de desenvolvimento do produto; Experiência no uso de ferramentas de qualidade. FMEA para identificar diferentes modos de falha e ações de mitigação; Experiência com análise de dados; Carteira de Habilitação Categoria D ou E. Atividades: Verificar e validar o veículo completo, componentes e sistemas, em estreita colaboração com clientes, parceiros e os departamentos de projeto; Você também nos apoiará em nosso trabalho para nos tornarmos ainda melhores, ativamente, analisando dados, encontrando novas maneiras de entender o uso de nossos clientes e suas expectativas em relação aos nossos produtos, realizará testes de campo, de performance, de confiabilidade, de durabilidade e de rodagem internas; Você também trabalhará em conjunto com o time de Engenharia de Testes para melhorar nossos métodos, códigos de teste e identificar as necessidades de verificação para novas tecnologias. Qualificação: